Hikethea

Mulher Maravilha – Hiketeia

Assim que o primeiro trailer do filme da Mulher Maravilha foi lançado, fiquei em choque. Choque pela qualidade da atuação da Gal Galdot? Não. Choque pela qualidade do trailer? Não exatamente. Choque por finalmente ver a Mulher Maravilha ganhar um filme próprio? Não foi exatamente uma surpresa.

Fiquei chocada com comentários de pessoas reclamando do “excesso de feminismo” no trailer. Isso me lembra o garoto ao meu lado no cinema reclamando de um video sobre atletas femininas antes da exibição de Batman vs Superman. Minha vontade é respirar segurar essas pessoas pelos ombros e perguntar: “Amigo, você realmente conhece a personagem? Leu os quadrinhos? Viu o desenho da Liga?”. A resposta deve ser não.

Leia mais »

Marge Piercy - Woman on the Edge of Time

Woman on the Edge of Time de Marge Piercy

Algum tempo atrás, nessas andanças sem rumo pulando de página em página me deparei com um post em um blog que falava sobre ficção científica feminista. Graças ao bom Google consegui rastrear novamente meus passos em encontrar novamente o link para a postagem..

Claire L. Evans, autora do texto que desencadeou em mim um frenesi que me refez rever toda a minha percepção sobre ficção científica, começa o texto falando sobre o romance The Female Man de Joanna Russ. Alguns parágrafos depois ela descreve a experiência de descobrir todo um mundo novo se abrindo a frente dela:

Leia mais »

[Conto] Synn

Ah! A sensação de poder voar! A liberdade de sentir o vento acariciando meus
cabelos revoltos. A felicidade de poder esquecer o mundo, minhas responsabilidades, minha vida, minha identidade… O chão se aproxima a uma velocidade incrível e eu nem me atrevo a temer o que virá a seguir, pois o vento toca meu rosto como se fosse um sopro suave…

O alarme toca e eu desligo os aparelhos que me mantém conectada com àquele mundo fantástico, e de repente desejo novamente a liberdade que a realidade virtual me trás. Ela é como uma droga, sabe? Você a usa para fugir, cria seu próprio mundo, torna seus desejos suavemente reais. Mas ela sempre o faz desejar mais e mais, e quando menos se espera sua mente já não pode aceitar uma realidade concreta. É apenas um fantasma vagando pelo duro mundo real, e você passa a viver no jogo.

Leia mais »

Kennedy Space Center: Uma Visão da Exploração Espacial

No final do ano passado fiz uma viagem de família para Miami e Orlando. O roteiro turístico usual dos brasileiros. Meu pai fez uma única ressalva quanto a esta viagem, teríamos que visitar o Kennedy Space Center. Não me opus. Para falar a verdade, foi um dos passeios que mais gostei.

Kennedy Space Center fica em Cape Canaveral na Florida, aproximadamente duas hora de Orlando. E é de onde a NASA e algumas empresas privadas costuma lançar missões e satélites. Obviamente que tudo que se pode visitar é Visitor Complex, embora haja um passeio de ônibus que passa pelos locais de lançamento. Vou falar um pouco sobre o que vi por lá e mostrar algumas fotos (das que sobreviveram a um cartão SD danificado =/ )

Leia mais »

Darkover de Marion Zimmer Bradley

Marion Zimmer Bradley (MZB) é bastante conhecida como autora da série As Brumas de Avalon, adaptada para o cinema em 2001, que conta uma versão da história do Rei Arthur a partir da visão das mulheres envolvidas. Embora seja essa sua obra mais conhecida, MZB publicou aproximadamente 85 obras de ficção – sem contar as publicadas sob pseudônimos. Muitas dessas obras pertencem a séries – sendo As Brumas de Avalon apenas um dos ciclos da série sobre a ilha de Avalon- a mais extensa delas é a que conta a história de Darkover, um planeta pertencente ao sistema Cottman, que foi acidentalmente colonizado por humanos e redescoberto cerca de 2000 anos depois pelo Império Terrestre.

A série Darkover compreende 46 obras – nem todas escritas por MZB -, divididas em ciclos de acordo com as eras históricas do planeta. Temos de início A Descobertacuja história é contada em A Chegada em Darkover (Darkover’s Landfall) de 1972. Embora seja a obra que inicia a série, não foi a primeira a ser escrita. Vários autores escreveram contos sobre essa era, mas a única obra da autora original é esta.

Leia mais »

Algo Novo no Horizonte

Comecei meu primeiro blog aos 12 anos de idade em 2004, quando o Orkut deus seus primeiros e o gifs animados que piscavam eram legais – ou ao menos pareciam ser para uma criança de 12 anos. Dá pra se sentir velha pensando nisso. Passei anos brincando com html e mantive por muito tempo um domínio (leia-me.org) onde eu hospedava cada nova ideia. Um dia as coisas começaram a ficar complicadas demais e não parecia existir tempo livre.

E então, veio a vontade de voltar. Depois de várias tentativas que nunca passavam de dois meses, eu apresento a vocês o Zenit 2M. Resolvi começar devagar, um blog no wordpress.com que um dia poderá se tornar zenit2m.com. Sem grandes pretensões, apenas a vontade de compartilhar ideias e conteúdos.

Mais sobre o blog você encontra aqui.
Imagem por ollisiponkoski